o que é calefação?

o que é calefação

Você sabe o que é calefação? Descubra neste post!

Certamente você já ouviu falar em calefação. Mas, você sabe o que essa palavra significa? Sabe a importância que ela tem nos dias frios?

Em linhas gerais, a calefação é um sistema de aquecimento em recintos fechados que é muito usado nos países temperados e de clima frio.

O conceito, por incrível que pareça, é bem antigo e vem desde a época dos homens das cavernas que incendiavam madeira aquecendo o ar no interior do recinto.

Quer saber mais sobre o sistema de calefação e sua importância? Então continue por aqui só mais três minutinhos.

O que é o sistema de calefação?

Sistema de calefação, conforme já dissemos, é um sistema de aquecimento em recinto fechado, sendo ele essencial nos países mais frios.

Afinal, não há como sobreviver em um inverno dos países escandinavos como Suécia, Noruega e Finlândia, sem um sistema desses.

De modo geral, esse sistema é bem interessante para manter o ambiente climatizado mesmo que do lado de fora esteja aquele frio de doer.

Esse sistema evoluiu bastante durante o auge do Império Romano. Foi nessa época que as pessoas passaram a usar dutos com água quente.

Os dutos tinham o papel de espalhar o ar aquecido por toda habitação, sendo que era necessário ter o fogo em apenas um lugar e não em todos os cômodos.

Durante a idade média, esse sistema foi abandonado e só ressurgiu quando descobriu-se novas formas de energia.

Como é o sistema de calefação na atualidade?

Com a chegada da energia elétrica e de novos sistemas de aquecimento, o sistema de calefação ganhou novo corpo e novos métodos.

Passou-se a estudar então qual seria a melhor forma de manter um ambiente aquecido para proporcionar o máximo de bem estar para as pessoas.

Foi então que o professor B. W. Olesen, chegou à conclusão de que a melhor forma de aquecimento seria de baixo para cima, e não o contrário.

Ou seja, nossos pés e pernas precisam de mais aquecimento do que nossa cabeça. Portanto, essa é a forma que mantém o ambiente mais agradável.

Nessa direção surgiram os modelos de piso aquecido que são os mais próximos do modelo ideal de aquecimento de um ambiente.

Sabe por quê? Porque eles possuem um aquecimento maior nas partes baixas, e a temperatura vai diminuindo gradualmente até chegar em nossa cabeça.

Então esse sistema é melhor do que o ar quente?

Então esse sistema é melhor do que o ar quente

Então esse sistema é melhor do que o ar quente

Você já ficou por bastante tempo em um ambiente com ar quente? Reparou que chega um determinado momento que começa a incomodar?

Isso acontece porque o ar normalmente fica em uma parte alta do ambiente. Por isso ele precisa ser forçado para baixo.

A sensação que temos em um ambiente de ar quente é de muito calor na nossa cabeça, e por vezes os nossos pés não estão tão aquecidos.

Por isso, esse não é um sistema de calefação, pois ele não deixa o ambiente climatizado da maneira que deveria, e como consequência não proporciona tanto bem-estar.

E, além disso, o consumo de energia de um ar quente é muito maior que o sistema de piso aquecido, e por isso é muito pouco utilizado.

E o aquecimento a gás natural, é melhor?

O aquecimento a gás natural era bastante usado até algum tempo atrás, mas a sua instalação é bastante complicada.

Até porque, ela exige radiadores e uma caldeira. Dessa forma, é preciso montar circuitos de tubo, conectados à caldeira.

É através desses tubos que irá circular a água quente que irá proporcionar o calor por meio dos radiadores. Viu, como é complicado?

Só para ter uma ideia, nesse sistema é preciso fazer obras, ter uma manutenção de qualidade e ainda por cima dispor de um alto investimento inicial.

Além do aquecimento a gás natural, também existe o aquecimento a diesel, mas nesse caso é preciso ter um sistema de armazenamento do combustível.

Ou seja, é preciso ter um grande reservatório para isso. Sem contar, que o diesel é uma energia bastante poluente e considerada uma das mais nocivas ao planeta.

Então qual a melhor forma de fazer um sistema de calefação?

Hoje em dia a melhor maneira de fazer um sistema de calefação, tanto pela ótica do aquecimento quanto pela ótica da economia é o piso aquecido.

São basicamente três tipos: cabos calefatores, manta para laminados e sistema hidrônico. Os dois primeiros são conhecidos como sistemas elétricos e o último como sistema hidráulico.

Os cabos calefatores são mais usados pois são compatíveis com qualquer piso e revestimento, sendo eles indicados tanto para reformas quanto para obras novas.

Já a manta para laminados é compatível com pisos com características flutuantes, como os pisos laminados, por exemplo.

Para quem vai usar esse tipo de piso na obra, essa pode ser uma boa opção, pois ela faz bem menos sujeira e não requer nenhum tipo de material cimentício.

Já o sistema hidráulico funciona por meio de aquecimento de tubos onde passa a água quente, e também são instalados embaixo do piso.

Esse tipo de sistema é ideal para obras de grande porte onde existe uma limitação de carga elétrica. E, além disso, são compatíveis com diversas fontes de aquecimento.

Piso aquecido é muito mais economia para seu bolso

Além da praticidade, a instalação desse tipo de sistema é bem mais barata que qualquer outra. Sem contar o consumo de energia.

Por isso, ele representa bem mais economia para o seu bolso. Isso acontece porque ele não exige uma temperatura tão alta para aquecer o ambiente.

Afinal, o sistema de aquecimento é o mais indicado, visto que ele começa nos pés e sobe até a cabeça. A sensação térmica realmente é fantástica.

Legal, não é mesmo? E hoje existe no mercado a Vesta que é uma empresa pioneira na instalação desse sistema de pisos aquecidos.

Os termostatos possuem classe de segurança IP e temos todos os certificados IEC 60800. Sem contar que nosso sistema de piso aquecido hidrônico possui a máxima robustez.

Se você está pensando em colocar um sistema de aquecimento no seu lar, entre em contato conosco. Temos certeza de que você não irá se arrepender.